Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
27 de novembro de 2014

TJ-SP - Apelação : APL 9214685942008826 SP 9214685-94.2008.8.26.0000

1. "A entrega de nota promissória assinada em branco configura mandato outorgado pelo devedor ao credor e, ausente má fé no preenchimento, que não se presume, não há nulidade nem infringência ao Código do Consumidor" 2. ?É ilícita a prisão civil de depositário infiel, qualquer que seja a modalidade do depósito Sumula vinculante 25 do STF?.

Publicado por Tribunal de Justiça de São Paulo - 2 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM
ResumoEmenta para Citação Inteiro Teor

Dados Gerais

Processo: APL 9214685942008826 SP 9214685-94.2008.8.26.0000
Relator(a): S. Oscar Feltrin
Julgamento: 29/02/2012
Órgão Julgador: 29ª Câmara de Direito Privado
Publicação: 01/03/2012

Ementa

1. "A entrega de nota promissória assinada em branco configura mandato outorgado pelo devedor ao credor e, ausente má fé no preenchimento, que não se presume, não há nulidade nem infringência ao Código do Consumidor" 2. ?É ilícita a prisão civil de depositário infiel, qualquer que seja a modalidade do depósito Sumula vinculante 25 do STF?.

0 Comentário

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://tj-sp.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21314398/apelacao-apl-9214685942008826-sp-9214685-9420088260000-tjsp