jusbrasil.com.br
9 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    Fórum Criminal da Barra Funda sedia painel sobre uso de algemas

    Tribunal de Justiça de São Paulo
    há 8 anos

    Será realizado nesta quarta-feira (27/8), a partir das 9 horas, no Plenário 10 do Fórum Criminal da Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo, o painel “Uso de algemas e o Supremo Tribunal Federal: debate sobre a polêmica súmula vinculante nº 11”.

    A mesa do evento será presidida pelo juiz de Direito e diretor do curso de Direito da Universidade de Guarulhos, Rodrigo Capez, e terá como debatedor o juiz de Direito diretor do Fórum da Barra Funda, Alex Tadeu Monteiro Zilenovski.

    Confira abaixo a lista de expositores do painel: Alberto Zacharias Toron, advogado criminalista, mestre e doutor em Direito Penal pela USP e secretário geral adjunto do Conselho Federal da OAB; Alexandre de Moraes, secretário de Transportes de São Paulo, ex-promotor de Justiça, ex-conselheiro do CNJ, doutore livre docente em Direito Constitucional pela USP; Fernando Capez, deputado estadual, promotor de Justiça licenciado, mestre em Direito Penal pela USP e doutor em Direito Penal pela PUC/SP; Luiz Fernando Corrêa, diretor geral da Polícia Federal; Luiz Flávio Gomes, ex-promotor de Justiça e ex-juiz de Direito, mestre em Direito Penal pela USP, doutor em Direito Penal pela Universidade Complutense de Madri e presidente da Rede de Ensino LFG; ePaulo Bicudo, delegado geral de polícia adjunto de São Paulo.

    Tribunal de Justiça de São Paulo foi instalado no dia 3 de fevereiro de 1874, sendo denominado Tribunal da Relação de São Paulo e Paraná. Por se tratarem de províncias bastante inexpressivas, foram nomeados apenas sete desembargadores para integrar o Tribunal, que tinha a função de julgar todas . As primeiras instalações se deram em casarões situados no centro da capital paulista.
    Disponível em: http://tj-sp.jusbrasil.com.br/noticias/100426/forum-criminal-da-barra-funda-sedia-painel-sobre-uso-de-algemas

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)