jusbrasil.com.br
13 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível: AC XXXXX-97.2021.8.26.0100 SP XXXXX-97.2021.8.26.0100

Tribunal de Justiça de São Paulo
há 9 meses

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

31ª Câmara de Direito Privado

Publicação

Julgamento

Relator

Rosangela Telles

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-SP_AC_10218869720218260100_8eb84.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO. AÇÃO DE REPARAÇÃODE DANOS MATERIAIS C/C INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. COMPRA DE BENS MÓVEIS PARA REVENDA.

Ação de indenização julgada parcialmente procedente para condenar as rés a ressarcir o autor pelos produtos defeituosos. Inconformismo do autor. DANOS MORAIS. INOCORRÊNCIA. Mero dissabor decorrente de descumprimento contratual, sem a efetiva demonstração de prejuízo extrapatrimonial, idôneo à sua caracterização e consequente reparação. Aplicação do enunciado 159 do Conselho da Justiça Federal. NOTAS FISCAIS. Desnecessidade de emissão de nova nota fiscal de produtos devolvidos à vendedora, para reparos, e posteriormente restituídos à compradora. A nota fiscal inicialmente emitida demonstra o negócio havido entre as partes. JUROS DE MORA CLACULADOS PELA TAXA SELIC. Descabimento. Os juros moratórios calculados pela taxa SELIC, conforme determinados na r. sentença, devem ser afastados, determinando-se a incidência da taxa dos juros moratórios prevista no art. 406 do Código Civil, equivalente à taxa indicada também no art. 161, § 1º, do Código Tributário Nacional. A taxa SELIC não tem cunho moratório, mas remuneratório, podendo ser alterada unilateralmente pela Administração Federal conforme os movimentos do mercado financeiro e indicadores de inflação, o que pode não refletir razoável atualização. Ressalte-se, ainda, que o referido índice SELIC contempla juros e correção monetária, não se admitindo cumular com juros moratórios na forma determinada na sentença. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. Ínfimo valor da condenação. Pertinência da fixação da honorária por equidade. Inteligência do art. 85, § 8º, CPC. Necessidade de se remunerar condignamente o d. causídico. Majoração da verba para R$ 1.500,00. RECURSO PROVIDO EM PARTE.
Disponível em: https://tj-sp.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1322816175/apelacao-civel-ac-10218869720218260100-sp-1021886-9720218260100

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 3 meses

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Embargos de Declaração Cível: EMBDECCV XXXXX-91.2021.8.26.0002 SP XXXXX-91.2021.8.26.0002

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 10 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Embargos de Declaração: ED XXXXX-27.2009.8.26.0100 SP XXXXX-27.2009.8.26.0100

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC XXXXX-08.2011.8.13.0024 Belo Horizonte

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 2 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp XXXXX SP 2016/XXXXX-4

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 4 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp XXXXX SP 2016/XXXXX-0