jusbrasil.com.br
2 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível: AC 100XXXX-92.2020.8.26.0281 SP 100XXXX-92.2020.8.26.0281

Tribunal de Justiça de São Paulo
há 7 meses

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

10ª Câmara de Direito Privado

Publicação

29/11/2021

Julgamento

29 de Novembro de 2021

Relator

Jair de Souza

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-SP_AC_10028219220208260281_2cfa2.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO.

Ação de evicção c/c cobrança, indenização e anulação de ato jurídico. Arrematação extrajudicial de imóvel. Leilão anulado judicialmente. Evicção. Ilegitimidade passiva do leiloeiro. Atuação como mandatário do proprietário do bem arrematado. Ausência de responsabilidade pessoal pela evicção. Inteligência dos arts. 22 e 40, do Decreto nº 21.981/32 e do art. 663 do CC. Restituição dos valores pagos como lance e comissão do leiloeiro. Pertinência. Indenização dos valores despendidos a título de IPTU e custas para lavratura e registro da escritura de compra e venda. Descabimento. Possibilidade de cláusula expressa que diminua a responsabilidade pela evicção. Inteligência do art. 448 do CC. Edital que delimitou expressamente os efeitos de possível evicção: 'Indenização até o limite do preço da venda do imóvel acrescido de atualização pelo IGP-M a contar do desembolso integral do valor e da comissão do leiloeiro, não sendo conferido ao adquirente o direito de pleitear quaisquer outros valores indenizatórios ou benfeitorias eventualmente realizadas no imóvel'. Ausência de ilegalidade da referida cláusula. Restituição devida nos moldas da cláusula mencionada. Responsabilidade expressamente assumida pelo proprietário. Impossibilidade de afastamento mesmo diante da ciência do adquirente dos eventuais riscos inerentes à aquisição de imóveis em leilão extrajudicial. Anulação da escritura de compra e venda e do registro na matrícula. Impertinência. Pedido a ser apreciado pelo juízo que cancelou o leilão. Ato jurídico decorrente da arrematação extrajudicial cancelada. Preliminar de nulidade da r. sentença em virtude da ausência de prestação jurisdicional. Afastada. Pedido apreciado e julgado improcedente. Conclusão lógica da leitura da fundamentação que rechaçou a restituição de outros valores além do lance e comissão do leiloeiro. Ausência de menção específica sobre cada valor rejeitado que não justifica a preliminar suscitada. Preliminar de ausência de impugnação específica, alegada em sede de contrarrazões. Afastada. Existência de irresignação aos fundamentos da sentença. Sentença mantida. Adoção do art. 252 do RITJ. RECURSOS DESPROVIDOS.
Disponível em: https://tj-sp.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1332769540/apelacao-civel-ac-10028219220208260281-sp-1002821-9220208260281

Informações relacionadas

Tribunal Regional Federal da 2ª Região
Jurisprudênciahá 15 anos

Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 - APELAÇÃO CIVEL: AC 371142 RJ 2000.51.01.013541-6

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 6 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Agravo de Instrumento: AI 215XXXX-24.2015.8.26.0000 SP 215XXXX-24.2015.8.26.0000

Tribunal Regional Federal da 4ª Região
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - APELAÇÃO CIVEL: AC 500XXXX-71.2012.4.04.7005 PR 500XXXX-71.2012.4.04.7005

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível: AC 102XXXX-79.2017.8.26.0100 SP 102XXXX-79.2017.8.26.0100

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1952567 RJ 2021/0247263-6