jusbrasil.com.br
18 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação: APL XXXXX-53.2011.8.26.0441 SP XXXXX-53.2011.8.26.0441

Tribunal de Justiça de São Paulo
há 4 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

8ª Câmara de Direito Criminal

Publicação

Julgamento

Relator

Alcides Malossi Junior

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-SP_APL_00040035320118260441_04f35.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PENAL. APELAÇÃO. FURTO QUALIFICADO. CONDENAÇÃO. RECURSO DEFENSIVO. Pretendida, em preliminar, a nulidade da sentença pela não apreciação das teses defensivas e nulidade por cerceamento de defesa. No mérito, a absolvição por atipicidade da conduta. Descabimento.

1) Preliminares de nulidades da sentença pela não apreciação das teses defensivas e cerceamento de defesa. Descabimento. A sentença condenatória ou absolutória no processo penal não precisa esmiuçar e tecer a pormenores sobre cada um dos pontos destacados pelo i. representante do Ministério Público e/ou pela defesa, tendo em vista que é suficiente e atende o preceito constitucional quando a sua fundamentação e a decisão possibilitem inferir o motivo do indeferimento deles. A MM. Juíza de primeiro grau fundamentou adequadamente e com clareza os motivos de seu convencimento, assim como a dosimetria da pena, afastando implicitamente as teses, contrárias, da defesa. Dessa forma, os dados do convencimento colhidos no processo eram mais que suficientes para embasar o decreto condenatório, uma vez que descreveram cristalinamente a conduta criminosa do apelante.
2) Absolvição. A) Atipicidade da conduta, com base no princípio da insignificância. Inviabilidade. "Res furtiva" de valor que não pode ser considerado insignificante ou irrisório. De qualquer forma, o princípio da "insignificância" ou da "bagatela" não possui previsão no ordenamento jurídico pátrio, razão pela qual é de impossível aplicação – Precedentes. Tese não confirmada. Condenação mantida. Negado provimento, afastadas as preliminares.
Disponível em: https://tj-sp.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/645475359/apelacao-apl-40035320118260441-sp-0004003-5320118260441

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 10 meses

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal: APR XXXXX-75.2016.8.13.0525 Pouso Alegre

Ivan Luís Marques
Artigoshá 10 anos

Direito processual penal. Princípio da correlação. Causa de aumento de pena

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia TJ-BA - Apelação: APL XXXXX-46.2011.8.05.0001

Tribunal de Justiça de Santa Catarina
Jurisprudênciahá 4 meses

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Apelação Criminal: APR XXXXX-90.2021.8.24.0008

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal: APR XXXXX-33.2011.8.13.0024 Belo Horizonte