jusbrasil.com.br
23 de Agosto de 2019
2º Grau

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Agravo de Instrumento : AI 30001844120198260000 SP 3000184-41.2019.8.26.0000 - Inteiro Teor

Tribunal de Justiça de São Paulo
há 4 meses
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Inteiro Teor

TJ-SP_AI_30001844120198260000_15ea3.pdf
DOWNLOAD

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO

São Paulo

Registro: 2019.0000295756

ACÓRDÃO

Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 3000184-41.2019.8.26.0000, da Comarca de Campinas, em que é agravante ESTADO DE SÃO PAULO, são agravados CLEIDE PIRES CORREA LOBO, GERALDA MARIA DAS GRAÇAS SILVA, ISAAC NOGUEIRA PEREIRA JÚNIOR, JOSIANE CRISTINA TEIXEIRA MATIAS, MÁRCIA FERREIRA SILVA e VALTER LUIS MARQUES.

ACORDAM, em 10ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo, proferir a seguinte decisão: "Negaram provimento ao recurso. V. U.", de conformidade com o voto do Relator, que integra este acórdão.

O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores TERESA RAMOS MARQUES (Presidente) e TORRES DE CARVALHO.

São Paulo, 15 de abril de 2019.

MARCELO SEMER

RELATOR

Assinatura Eletrônica

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO

São Paulo

Agravo de Instrumento nº 3000184-41.2019.8.26.0000

Agravante: Estado de São Paulo

Agravados: Cleide Pires Correa Lobo, Geralda Maria das Graças Silva, Isaac Nogueira Pereira Júnior, Josiane Cristina Teixeira Matias, Márcia Ferreira Silva e Valter Luis Marques

Comarca: Campinas

Voto nº 12.360

AGRAVO DE INSTRUMENTO. REQUISIÇÃO DE PEQUENO VALOR. AÇÃO DE RITO ORDINÁRIO. DIFERENÇAS SALARIAIS. Possibilidade de execução do valor incontroverso, nos termos do artigo 535, § 4º, do CPC. Violação do art. 100, da CF. Inexistência. Entendimento do STF. Na hipótese, há concordância expressa do agravante com os cálculos apresentados pelos exequentes. Agravados que tanto em sede de contrarrazões aos recursos extraordinário e especial interpostos, como em contraminuta ao presente agravo informam terem anuído com o cálculo de juros e correção defendido pelo réu. Decisão mantida. Agravo não provido.

Cuida-se de agravo de instrumento interposto contra

a decisão de fls. 90, integrada pela de fls. 135 (rejeitou os embargos de

declaração opostos pela FESP), exaradas nos autos de requisitório de

pequeno valor nº 0011633-30.2018.8.26.0114/01, que determinou a

expedição de ofício requisitório, conforme decisão nos autos do

cumprimento provisório de sentença, que, dada a concordância do

executado, homologou o cálculo apresentado pelos exequentes.

Em razões recursais o Estado de São Paulo

informou, preliminarmente, que também foi interposto o Agravo de

Instrumento nº 3000183-56.2019.8.26.0000, em face da decisão

proferida no cumprimento provisório de sentença, processo nº

0011633-30.2018.8.26.0114. No mais alegou, em resumo, que (i) sem o

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO

São Paulo

trânsito em julgado da ação é incabível a expedição de RPV; (ii) está pendente de análise pelo E. TJSP, agravo interno interposto pelo Estado; (iii) violação ao artigo 100, §§ 1º, 3º, 5º e 8º da CF; (iv) a expedição de precatório não se confunde com a mera liquidação; (v) mesmo que se aguarde o trânsito em julgado para eventual levantamento do numerário, como determinado pelo magistrado, o valor sofrerá alteração em razão do futuro desfecho do Tema 810 pelo STF, ainda suspenso; (vi) apresentou jurisprudência; (vii) alternativamente, pleiteia a suspensão do processo com fundamento na decisão proferida pelo STF no RE 614.819, com repercussão geral reconhecida, objeto do Tema 28; (viii) requereu a concessão do efeito ativo ao recurso, determinando a suspensão da decisão agravada.

Recurso tempestivo e isento de preparo.

O efeito ativo reivindicado foi negado (fls. 190/192).

Contraminuta à fls. 199/210.

É o relatório.

Trata-se de requisição de pequeno valor decorrente dos autos da execução provisória de sentença processo nº 0011633-30.2018.8.26.0114.

A execução, por sua vez, decorre de sentença proferida nos autos de ação de rito ordinário de nº 1041756-62.2016.8.26.0114, que condenou o Estado réu ao pagamento da diferença entre a importância percebida pelos autores (servidores públicos estaduais ocupantes do carto de Assistente Administrativo de

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO

São Paulo

Controle de Erário da Secretaria da Fazenda), e a que passaram a receber após o reenquadramento, e desde sua implementação.

A procedência ali lançada, embora sob fundamento diverso, foi ratificada por esta C. Câmara em 18/12/17, em acórdão de minha relatoria.

Após a interposição dos recursos especial e extraordinário questionando os juros de mora e correção monetária fixados, os autos retornaram para eventual readequação, nos termos do artigo 1.040, II, do CPC, tendo sido o aresto confirmado pela Turma julgadora em 11/06/18.

Iniciada a execução do julgado e cumprida a obrigação de f...