jusbrasil.com.br
11 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível: AC XXXXX-56.2019.8.26.0011 SP XXXXX-56.2019.8.26.0011

Tribunal de Justiça de São Paulo
há 2 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

30ª Câmara de Direito Privado

Publicação

Julgamento

Relator

Maria Lúcia Pizzotti

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-SP_AC_10097995620198260011_92417.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO - REPARAÇÃO DE DANOS MORAIS E MATERIAISVIAGEM INTERNACIONALQUEDA DA APELANTE EM UM SHOPPINGNECESSIDADE DE IMEDIATO RETORNO AO BRASILSEGURO VIAGEMDEMORA NO ATENDIMENTOMÁ PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

- DANOS MORAIS CONFIGURADOS I – Denota-se dos autos que os autores adquiriram da ré um seguro no valor de US$ 100.000,00 para cobrir eventuais despesas médicas e US$ 50.000,00 para translado, com vigência de 02.05.2019 a 29.05.2019. Contudo, no primeiro dia de viagem, a mãe do coautor, enquanto passeava no shopping local escorregou e caiu, quebrando a bacia em três lugares; II – Dificuldade de se obter atendimento médico ortopédico em Dubai. Apelante que permaneceu acamada por 16 dias. Necessidade de propor no Brasil liminar para que a ré providenciasse os meios necessários para o retorno imediato ao País; III – Má-prestação de serviço. Retorno dos autores ao Brasil que poderia ter ocorrido de forma mais ágil se houvesse a prestação de serviço adequada. A mãe do autor é uma senhora de 87 anos que, infelizmente, acidentou-se no primeiro dia, ficando acamada por 16 dias e seu filho tendo que lhe dar auxílio, portanto, o mínimo que se espera da empresa de seguro é que forneça o atendimento necessário quando é requisitada. A viagem foi frustrada. O regresso ao Brasil era extremamente necessário diante do quadro da autora; IV - Houve quebra de expectativa. Ato ilícito e má prestação de serviços. Configurado o dano moral que restou cabalmente comprovado pela angústia, o sofrimento e a dor de ter um ente querido em outro país impossibilitado de obter um atendimento eficiente e que proporcionasse dignidade à apelante, até que depois de muito desgaste, muitas ligações e ainda SOMENTE através de uma liminar obtiveram o direito de retornar ao Brasil em condições menos danosas à saúde da apelante. Pouco importa se o voo precisou ocorrer em primeira classe. A recorrida deveria ter empreendido todos os esforços possíveis e com maior agilidade o atendimento a uma idosa e a seu filho, os quais pagaram por um seguro com elevada cobertura a fim de evitar aborrecimentos. Ressalto que a qualquer passageiro que tivesse contratado o seguro da ré deve obter atendimento ágil e eficiente. Danos morais fixados em R$ 50.000,00 (para cada apelante) RECURSO PROVIDO
Disponível em: https://tj-sp.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/943686838/apelacao-civel-ac-10097995620198260011-sp-1009799-5620198260011

Informações relacionadas

Petição Inicial - TJSP - Ação A. da Relação Consumerista e da Inversão do Ônus da Prova - Procedimento Comum Cível

Superior Tribunal de Justiça STJ - AgInt no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AgInt no AREsp XXXXX DF 2016/XXXXX-0

Advocacia e Concursos Jurídicos, Procurador e Advogado Público
Modeloshá 2 anos

[Modelo] Contrarrazões à Apelação

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP: XXXXX-85.2015.8.26.0602 SP XXXXX-85.2015.8.26.0602

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível: AC XXXXX-70.2017.8.26.0100 SP XXXXX-70.2017.8.26.0100