jusbrasil.com.br
21 de Março de 2019
    Adicione tópicos

    Cetra promove Curso de Treinamento e Atualização em Barretos

    Tribunal de Justiça de São Paulo
    há 6 anos

    A Comarca de Barretos sediou na última quinta-feira (6) o Curso de Treinamento e Atualização, realizado pelo Centro de Treinamento e Apoio aos Servidores (Cetra), que tem como coordenador o juiz em segundo grau Gilson Delgado Miranda e como responsável o secretário da Presidência, Kauy Carlos Lopérgolo de Aguiar.

    O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Ivan Sartori, ao dar início ao evento, cumprimentou os servidores e agradeceu a eles pelo trabalho e compreensão diante das dificuldades enfrentadas no Judiciário. Tenham certeza de que esta Presidência está procurando fazer o máximo para que os senhores tenham condições de trabalho e tenham toda a possibilidade de exercer plenamente a função relevante que têm exercido, disse.

    Ele parabenizou ainda a equipe do Cetra, o secretário da Presidência, Kauy Lopérlogo de Aguiar, e o juiz Gilson Delgado Miranda, ao dizer que a Presidência tem imensa satisfação de se dirigir aos senhores e desejar-lhes um relevante trabalho, com as palestras sobre liderança, equipe e também a palestra técnica, sobre a Execução contra o Devedor Solvente.

    Para o secretário Kauy Lopérgolo, que falou sobre A Nova Política do Tribunal de Justiça e a Valorização do Servidor, o objetivo da atual Presidência é se aproximar de cada servidor. Ele destacou a importância que o funcionário tem na prestação jurisdicional, uma vez que é ele o responsável por atender o cidadão. "Independentemente do valor da causa, quem procura o Judiciário deseja ser bem atendido. A sociedade desemboca aqui e somos os responsáveis pela solução dos seus problemas.

    O secretário mostrou, em números, o tamanho do TJSP: 43 mil servidores, mais de 10 mil terceirizados, 672 prédios, 360 desembargadores, 2.334 juízes e substitutos em 2º grau e ainda 21 milhões de processos em andamento. Ele falou também das melhorias implantadas na atual gestão, como o pagamento de indenização de férias, licença-prêmio, FAM, majoração do auxílio-alimentação e creche, além de revisão salarial acima da inflação, respeito à data-base, aumento da bolsa-auxílio para os estagiários de nível médio e superior, nomeação de servidores e realização de concurso para provimento dos cargos de escrevente, psicólogo, assistente social e contador. Ao final, citou Charles Chaplin: Conhecer o homem esta é a base de todo o sucesso'. O Cetra é para vocês, estamos à disposição no que for preciso."

    Rogério Góes, do Conselho Regional de Administração, falou sobre Cocriação reinventando o trabalho em equipe. Ele, que já proferiu algumas palestras aos servidores em eventos promovidos pelo Cetra, destacou o tamanho da responsabilidade dos funcionários do Judiciário em relação ao jurisdicionado.

    O conselheiro falou da importância da comunicação eficaz, da boa negociação, de liderança e motivação, e das equipes de alto desempenho. Comportamento de líder não é prioridade só de uma pessoa e, sim, antes de tudo, uma atitude que deve ser incentivada e facilitada. Segundo ele, um servidor mal orientado causa impacto negativo em toda a equipe e é preciso lhe proporcionar outras oportunidades, descobrir qual o seu grau de dificuldade e direcioná-lo para outras questões. O Cetra veio para ficar e será preciso que cada um de vocês torne o projeto irreversível, para que não morra, disse.

    O juiz Gilson Delgado Miranda, que também é mestre e doutor pela PUC/SP, professor dos cursos de graduação, especialização e mestrado da PUC/SP e autor de livros e artigos jurídicos, falou sobre "Execução por Quantia Certa Contra Devedor Solvente: Questões Atuais e Práticas" . "Estamos aqui para trabalhar um assunto importante. Esperamos atender às expectativas. Toda a formatação, o empenho e organização são da equipe do Cetra, com o apoio da Presidência do Tribunal que tem permitido essas palestras." Diversas questões envolvendo o tema foram abordadas.

    O próximo evento ocorrerá na Comarca de Jaú, abrangendo todas as comarcas da 3ª Região Administrativa Judiciária (RAJ).

    Comunicação Social TJSP HS (texto) / Divulgação (fotos)

    imprensatj@tjsp.jus.br

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)