jusbrasil.com.br
30 de Outubro de 2020
    Adicione tópicos

    Fórum de Ribeirão Preto recebe Anexo de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher

    Tribunal de Justiça de São Paulo
    há 6 anos

    A população de Ribeirão Preto e região comemorou ontem (10) a instalação do Anexo de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da comarca. A solenidade, que contou com a presença do presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, José Renato Nalini, e da prefeita Dárcy da Silva Vera, integra uma série de eventos da Semana Nacional de Combate à Violência Contra a Mulher, coordenada pelo Supremo Tribunal Federal e que ocorre em todo o País – as varas especializadas de violência doméstica da Justiça estadual fizeram 86 audiências ontem, em mobilização pela semana.

    O cartório dará andamento aos cerca de 1.400 processos de violência doméstica já existentes, além de novas demandas que serão distribuídas por sorteio a um dos cinco juízes criminais do fórum – essa é a primeira unidade que funcionará em tais moldes, uma vez que as dez outras já instaladas (sete na capital e as demais em Guarulhos, São José dos Campos e Sorocaba) contam com um magistrado responsável.

    Antes do início da cerimônia, o presidente visitou o prédio da Coordenadoria Municipal da Mulher para conhecer as instalações da Casa da Mulher, espaço que contará com estrutura de apoio ao Anexo da Violência Doméstica para prestar atendimento multidisciplinar às vítimas desse tipo de crime. Renato Nalini também aproveitou a visita ao fórum para plantar um arbusto de ipê-de-jardim na calçada externa do prédio, uma ação do projeto CultivAR, que prevê o plantio de árvores nativas em todas as solenidades do Judiciário como forma de contribuir com a qualidade de vida nas áreas urbanas e estimular o reflorestamento.

    O juiz diretor do Fórum de Ribeirão Preto e da 6ª Região Administrativa Judiciária e responsável pela 2ª Vara Criminal, Sylvio Ribeiro de Souza Neto, abriu a solenidade enfatizando a importância do engajamento no combate à violência doméstica e o envolvimento de diversos setores para tornar possível a inauguração. “É com muita satisfação que temos a oportunidade de inaugurar este serviço, parte de um sonho que nasceu há quase dois anos e que é resultado de uma somatória de forças de diversas pessoas, que se empenharam nesta causa. Com o anexo, poderemos oferecer uma melhor prestação jurisdicional à nossa população.”

    Após o presidente da Câmara Municipal, Walter Gomes, e o conselheiro estadual da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção São Paulo Cid Antonio Velludo Salvador parabenizarem a população local pela conquista, foi a vez de a prefeita Dárcy Vera fazer um discurso emocionado sobre a realidade da violência doméstica e a nova unidade. “Não foi à toa que escolhemos o dia de hoje para esta inauguração, afinal estamos na Semana Nacional de Combate à Violência Contra a Mulher e não haveria data mais oportuna. O anexo é um presente à mulher ribeirão-pretana que, infelizmente, também sofre com a violência doméstica. Nossa equipe estará ao lado de todas as vítimas para prestar apoio necessário, pois mulher não nasceu para apanhar”, declarou.

    Ao fazer uso da palavra, José Renato Nalini agradeceu o empenho de todos que contribuíram para que a inauguração tomasse forma. “Este anexo é prova de que ninguém faz nada sozinho, pois, diante da grave crise que enfrentamos em todos os setores da sociedade, precisamos nos unir para encontrar soluções para os problemas. É uma grande alegria celebrar esta importante semana aqui em Ribeirão Preto com essa inauguração. Parabéns a todos por essa conquista.”

    Após encerrar sua fala, Nalini e as demais autoridades dirigiram-se ao saguão do fórum para prestigiar exibição do promotor de Justiça e tenor Cyrillo Gomes e da mezzo-soprano Cristina Modé, que se apresentaram pelo projeto ‘Arte e Cultura no TJ’. A iniciativa tem o objetivo de prestigiar e incentivar os servidores por meio de eventos culturais, aproximar os públicos interno e externo e tornar o espaço de trabalho mais agradável.

    Também estiveram presentes à solenidade de inauguração a juíza diretora do Fórum de Sertãozinho, Daniele Regina de Souza Duarte; o juiz diretor do Fórum de Mococa, Sansão Ferreira Barreto; o juiz diretor do Fórum de Franca, José Rodrigues Arimatéa; o juiz diretor do Fórum de Altinópolis, Aleksander Coronado Braido da Silva; o diretor-adjunto do Departamento de Interiorização da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), Paulo César Gentile, representando o presidente; o juiz Cassio Ortega de Andrade, representando o presidente da Escola Paulista da Magistratura (EPM); o promotor de Justiça Aroldo Costa Filho, representando o procurador-geral de Justiça de São Paulo; a defensora pública coordenadora da Regional de Ribeirão Preto, Ana Simone Viana Cota Lima, representando o defensor público-geral; os juízes do Fórum de Ribeirão Preto Ilona Marcia Bittencourt Cruz e Paulo Cícero Augusto Pereira; o delegado de Polícia Federal chefe em Ribeirão Preto, Lindinalvo de Almeida Filho; o delegado de polícia Seccional de Ribeirão Preto, Marcos Camargo de Lacerda; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Ribeirão Preto, Domingos Assad Stocco; os deputados estaduais Nilton Vieira e Rafael Silva; o vereador Antonio Carlos Capela Novas, representando o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo; o vereador Maurício Menna Barreto Gasparini, representando o deputado estadual Nelson Gasparini; os vereadores da Câmara Municipal de Ribeirão Preto Beto Cangussu, Gláucia Berenice, Paulo Modas e Viviane Alexandre; o chefe da Assessoria Policial Militar do TJSP, coronel PM Washington Luiz Gonçalves Pestana; o comandante do Comando de Policiamento do Interior-3, coronel PM José Roberto Malaspina; o comandante do 51º Batalhão de Polícia Militar do Interior, tenente-coronel PM Renato Armando Alves; o vice-presidente da Associação dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de São Paulo (Assojuris), Carlos Marcos; a secretária municipal da Assistência Social de Ribeirão Preto, Maria Sodré; magistrados, integrantes do Ministério Público, advogados, servidores e cidadãos ribeirão-pretanos.

    Comunicação Social TJSP – AM (texto) / RL (fotos)
    [email protected]

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)