jusbrasil.com.br
17 de Agosto de 2019
    Adicione tópicos

    Justiça suspende prisão domiciliar de Roger Abdelmassih

    Tribunal de Justiça de São Paulo
    há 4 dias

    Sentenciado ficará no Hospital Penitenciário para nova perícia.

    Decisão da 3ª Vara de Execuções Criminais da Capital suspendeu prisão domiciliar concedida ao médico Roger Abdelmassih em 2017. A juíza Andréa Barreira Brandão determinou hoje (13) a transferência do sentenciado para o Hospital Penitenciário do Estado de São Paulo por período mínimo é de 30 dias, até que seja realizada nova perícia judicial.

    Entre as condições impostas ao cumprimento da prisão domiciliar está a perícia médica trimestral, a fim de se constatar a condição física e a possibilidade de retomada do cumprimento do restante da pena na prisão. A magistrada também destacou na decisão que denúncias apontam indícios de que Abdelmassih tenha feito uso de conhecimentos médicos para ingerir remédios que levaram a complicações de saúde intencionais. Por essa razão, é necessário que ele permaneça “em ambiente controlado, recebendo seu arsenal terapêutico de forma regular e sob supervisão médica, até a realização da nova perícia judicial”.

    Comunicação Social TJSP – RP (texto) / internet (foto ilustrativa)

    imprensatj@tjsp.jus.br

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)