jusbrasil.com.br
20 de Setembro de 2019
    Adicione tópicos

    Justiça suspende prisão domiciliar de Roger Abdelmassih

    Tribunal de Justiça de São Paulo
    mês passado

    Sentenciado ficará no Hospital Penitenciário para nova perícia.

    Decisão da 3ª Vara de Execuções Criminais da Capital suspendeu prisão domiciliar concedida ao médico Roger Abdelmassih em 2017. A juíza Andréa Barreira Brandão determinou hoje (13) a transferência do sentenciado para o Hospital Penitenciário do Estado de São Paulo por período mínimo é de 30 dias, até que seja realizada nova perícia judicial.

    Entre as condições impostas ao cumprimento da prisão domiciliar está a perícia médica trimestral, a fim de se constatar a condição física e a possibilidade de retomada do cumprimento do restante da pena na prisão. A magistrada também destacou na decisão que denúncias apontam indícios de que Abdelmassih tenha feito uso de conhecimentos médicos para ingerir remédios que levaram a complicações de saúde intencionais. Por essa razão, é necessário que ele permaneça “em ambiente controlado, recebendo seu arsenal terapêutico de forma regular e sob supervisão médica, até a realização da nova perícia judicial”.

    Comunicação Social TJSP – RP (texto) / internet (foto ilustrativa)

    imprensatj@tjsp.jus.br

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)