jusbrasil.com.br
21 de Outubro de 2019
    Adicione tópicos

    Projeto Quintas no Museu recebe a Juss Band

    Tribunal de Justiça de São Paulo
    mês passado

    Público participou da elaboração do setlist.

    O Museu do Tribunal de Justiça de São Paulo promoveu, nesta quinta-feira (19), nova edição do “Quintas no Museu”, com a participação da Juss Band e seu espetáculo Jukebox, em que o público colabora com o setlist. O projeto promove apresentações culturais em uma quinta-feira de cada mês, de forma gratuita, aberta ao público em geral.

    “Eu só posso agradecer aos músicos por participarem da missão do Museu de humanizar, atualizar e preservar a vitalidade da Justiça por meio da arte que produzem”, afirmou o coordenador do Museu, desembargador Octavio Augusto Machado de Barros Filho.

    A banda iniciou a apresentação com “Sunny”, de Bobby Hebb, embalando o público. “Hoje o show é para vocês e também feito por vocês!”, disse a vocalista Cláudia Bondioli após a execução da primeira música, anunciando a surpresa: o público selecionaria as canções por meio de um sorteio com números. Ao entrar na sala, cada um recebeu a programação numerada com oito canções para escolha, caso sorteado.

    Formada pelos servidores do TJSP Cláudia Bondioli e Aldo Scaglione (guitarra) e pelos magistrados Iberê Dias (contrabaixo) e Josué Pimentel (clarinete), a Juss Band recebeu na apresentação de hoje um convidado especial - Jovito Colluna na bateria, que trouxe ainda mais ritmo e entusiasmo para o espetáculo.

    O concerto seguiu com um medley de “Sweet Dreams” (Annie Lennox / David A. Stewart) e “Seven Nation Army” (Jack White), “Fly me to the Moon” (Bart Howard), “What a Wonderful World” (Bob Thiele / George David Weiss), consagrada na voz de Louis Armstrong, e “All of Me” (Gerald Marks / Seymour Simons), todas selecionadas pelo público presente. Mais duas músicas completaram o concerto – “Route 66” e “Bella Ciao” - que encerrou a apresentação com o público animado, cantando em coro a tradicional canção italiana. Ao final do evento, o desembargador Octávio entregou o certificado de participação aos músicos da banda.

    O juiz Carlos Alexandre Böttcher, diretor do Foro Regional VII – Itaquera, acompanhou toda a programação e também congratulou a iniciativa do Museu do TJSP, que “demonstra como está na vanguarda, promovendo atividades culturais como esta. É também uma das funções do Museu preservar e promover não só a nossa história, mas também a nossa arte – missão que vem sendo cumprida com brilhantismo”.

    Estiveram presentes também o desembargadores, juízes, servidores e público em geral.

    Comunicação Social TJSP – TM (texto) / PS (fotos)

    [email protected]

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)